O que fazer quando o imprevisto acontece

· Adicionar Comentário
ArtesaoEmpreendedor

Um assunto recorrente nas minhas aulas e nas consultorias que dou a pequenos negócios são as queixas em relação à produtividade e otimização do tempo. Muitas pessoas sentem dificuldade na hora de equilibrar a produção com as tarefas de rotina, como podem ser as postagens em mídias sociais, resposta a e-mails ou qualquer outra tarefa que não seja a produção em si.

Uma tarefa básica que requer um certo tempo para ser elaborada é a agenda do seu negócio. Definir por escrito como você utiliza cada hora útil do seu dia faz com que a principal preocupação passe a ser como distribuir suas atividades no tempo que você tem disponível a cada dia. E quando eu falo em hora útil me refiro àquele tempo em que você está se dedicando ao seu negócio – justamente porque cada negócio é diferente e a disponibilidade de dedicação de cada um de nós também.

Entretanto, mesmo que a gente tenha tudo planejado, existem momentos em que a vida simplesmente acontece! Eventos inesperados (não necessariamente ruins) que nos afastam daquela rota planejada. Nessa hora é importante não entrar em pânico. Ajustar a rota é algo muito saudável a qualquer negócio, mesmo quando isso é uma imposição. Vamos ver como sobreviver a esse período?

20171025_Scrappiness_Empreendedorismo_Insta

1 – Conheça suas prioridades

Essa é a máxima que vai te ajudar a manter o foco. Entender que tarefas importantes são diferentes de tarefas prioritárias vai te ajudar a tocar o barco nos momentos em sua rotina for alterada por fatores alheios à sua vontade. Por isso é importante ter em vista (e à mão!) seus objetivos e metas para os próximos meses e anos. Dessa forma, quando o inesperado acontecer, você vai ser capaz de priorizar suas ações para que suas metas continuem ao seu alcance.

2 – Planeje com antecedência

Sim, é possível planejar imprevistos, por mais que isso soe estranho! E não é difícil de fazer. Basta você imaginar situações passíveis de acontecer em sua vida e pensar em alternativas que você pode colocar em prática – antes, é claro, que elas aconteçam! Se você acha isso difícil, comece pelas suas férias (sim, porque você merece férias, né?). Como vai ficar o seu negócio enquanto você estiver ausente? Que tarefas você pode delegar e para quem? O que você pode automatizar? Que meios de comunicação você vai utilizar para avisar seus clientes que você estará ausente?

Partindo desse princípio, fica mais fácil planejar suas ações no caso de você ter que passar por uma cirurgia, viajar a trabalho ou simplesmente ficar afastada por um determinado período de tempo. Dependendo da sua área de atuação pode não ser possível fazer estoque de produtos ou realizar determinados serviços, por isso é importante pensar em como se preparar para isso e o mais importante, como avisar seu cliente que você não estará disponível naquele período.

3 – Vá devagar

Se o inesperado acontecer, tenha em mente que você não pode (e não deve) cobrar de si mesma a produtividade da sua rotina normal de trabalho. Faça o que puder com as condições que tiver e deixe as frustrações de lado. Sair da rotina é algo por si só estressante, por causa da instabilidade que gera na gente. Então, pega leve com você mesma durante esse período e retome o rumo aos poucos, no seu tempo.

4 – Você também merece recompensa!

Pela primeira vez tenho um cachorro pra chamar de meu e é muito interessante como ele se comporta da forma que esperamos dele quando ele sabe que vai ganhar um bifinho depois! Com a gente pode ser assim também. Permita-se certos luxos, como uma tarde de folga ou um jantar especial no meio da semana cada vez que você conseguir reintegrar determinadas ações à sua rotina, ou simplesmente fazer com que as coisas aconteçam de acordo com o planejado. Muitas vezes imprevistos tiram a gente dos trilhos de maneira quase definitiva, pois seguir a rotina estabelecida por si só já é todo um desafio. Não desanime se você ver que não está conseguindo cumprir o planejado. Comece de novo e se dê uma recompensa quando conseguir cumprir as tarefas de uma semana inteira, por exemplo. Aos poucos você vai se (re)acostumar com o ritmo e as coisa vão começar a fluir naturalmente!

5 – Não perca sua essência no caminho

Se uma coisa eu aprendi nesses anos todos trabalhando com artesanato e consultoria é que não existem dois negócios iguais. Simplesmente porque as pessoas que estão por trás deles não são iguais! Cada um de nós tem algo a dividir, a compartilhar com os outros, com base em nossas vivências e valores. E é justamente isso que faz com que nosso negócio seja único, porque acaba sendo uma projeção de nós mesmos para o mundo. Todas as nossas ações, de rotina ou de contingência, devem refletir a essência do nosso negócio. E é por esse motivo que planejar é preciso, mas pegar leve também.

Então é isso. Quando o inesperado acontecer, não entre em pânico. Respire fundo e faça o que estiver ao seu alcance, com alegria e perseverança. Você vai ver que logo as coisas voltam ao normal e você vai se sentir cada vez mais realizada com o seu trabalho!

Um beijo e até a próxima!


Fechado para comentários.